O Juiz Federal Clenio Jair Schulze, em sua coluna no website Empório do Direito, reflete sobre a prática de slow medicine e o diagnóstico para o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

O Juiz aponta a importância de ponderar sobre o diagnóstico precoce versus precipitado e seus impactos para a saúde do indivíduo e sua família. Para auxiliar nesse aspecto, Dr. Clenio Schulze menciona slow medicine como uma possível solução, caracterizando a prática como uma forma de buscar maior contato com o paciente, tornando-o o centro do cuidado.

Para leitura do texto completo acesse:  https://emporiododireito.com.br/leitura/tea-e-slow-medicine